Será que o açúcar dos derivados do leite são realmente os vilões da nossa alimentação?

A dieta sem lactose consiste em deixar de ingerir o leite e seus derivados, mesmo que as pessoas não tenham intolerância à lactose ou alergia à proteína do leite. Cortar esses alimentos, teoricamente, contribuiria para a perda de peso, pois de acordo com alguns profissionais de saúde, a proteína do leite leva ao ganho de peso e a bebida ainda causaria inflamações que favorecem o sobrepeso e a obesidade.
No entanto, a lactose e a proteína do leite contribuem para o ganho de peso, mas não existe relação entre o leite e os seus derivados e o sobrepeso ou obesidade. O que acontece é que quando você retira esses alimentos, provavelmente irá diminuir as calorias ingeridas e se elas não forem substituídas a pessoa consumirá menos e irá emagrecer. É mais simples do que você imagina.
Ainda assim, o leite pode ajudar a emagrecer, especialmente as versões desnatadas e semi-desnatadas. Alguns estudos apontam que o cálcio, pode impedir a agregação de gordura e estimular a sua queima, além de proporcionar saciedade.
A verdade é que não existe nenhuma comprovação científica de que a lactose seja capaz de engordar. Na verdade, os estudos dizem que o consumo diário de leite e derivados diminui o risco de obesidade. Retirar todo um grupo alimentar do cardápio pode emagrecer, mas também pode levar a uma deficiência nutricional. Por isso, o ideal é sempre consultar um profissional.

Incluindo Lactosil no seu dia a dia, você mantém os produtos lácteos em sua dieta sem crise, pois ele repõe a enzima da lactase. <3