Quando somos acometidos pelo primeiro sinal de má digestão de lactose, é comum tentar procurar a causa do problema. Além disso, é também comum pensar no futuro da família e aquela pergunta não sai da cabeça: “será que meus filhos também terão má digestão de lactose?”. A resposta não é tão assertiva pois depende de alguns fatores. 

Essa condição pode sim ser transmitida mas tudo depende de uma combinação genética. A má digestão de lactose tem natureza recessiva, ou seja, é preciso herdar dois genes assim, um do pai e outro da mãe, para o distúrbio se manifestar.

Já a capacidade de produzir a enzima de lactase é dominante. Isso quer dizer que basta um gene com essa característica para o distúrbio ser afastado. Por exemplo: se a mulher tiver dificuldade de digerir o açúcar do leite, mas o marido não (ou vice-versa), existe uma boa probabilidade de o filho escapar da má digestão. Isso se dá porque um dos genes que ele receberá pode ser o dominante.

Agora que você tirou suas dúvidas se má digestão de lactose é hereditário ou não, sempre consulte um médico para saber as especificidades da sua condição. Em qualquer caso, Lactosil está disponível para te ajudar a viver uma vida sem restrições.